Com pão amanhecido, uma receita de bacalhau português para aproveitar tudo

Sobraram pãezinhos de ontem na sua cozinha? Fazer torradas com o pão pode ser uma delícia, mas que tal aproveitar as sobras para preparar um prato clássico português e deixar sua mesa mais requintada?

Com pão amanhecido embebido em leite, o bacalhau espiritual é bastante popular na Páscoa e em datas comemorativas como Natal e Ano-Novo e promete encantar toda a família naquele almoço ou jantar especial. Cremoso e encorpado, ele une sabores e texturas diferentes, como o gosto marcante do bacalhau com a leveza e a cremosidade do molho bechamel, e é levado para gratinar até ficar bem douradinho. Fica fácil entender por que a receita é uma unanimidade na mesa dos portugueses e seus descendentes – e até de quem é apreciador dos pratos da terri0nha.

Na nossa versão vamos usar o pão francês, mas você também pode utilizar pão de forma, pão branco ou até integral. A estrutura esponjosa do pão se desintegra ao absorver o leite, formando uma massa que se incorpora aos outros ingredientes.

Com inspiração na receita francesa de brandade, feita com batata, o bacalhau espiritual foi criado no Palácio Nacional de Queluz, em Sintra. Quem nunca comeu o peixe tem boas razões para incorporá-lo à dieta: ele possui alto valor nutritivo, sendo rico em minerais e vitaminas, possui ômega-3 e baixíssimo nível de colesterol, além de ter fácil digestão.

O bacalhau espiritual pode ser feito com antecedência e guardado na geladeira, deixando somente para gratinar na hora da refeição. Uma forma deliciosa de combater o desperdício de alimentos na cozinha e aproveitar as sobras na preparação de refeições refinadas.

Ingredientes:

800 g de lombo de bacalhau
2 cenouras raladas
2 pães franceses amanhecidos
3 dentes de alho picados
2 cebolas picadas
3 colheres de sopa de manteiga
2 1/2 colheres de sopa de farinha de trigo
1 xícara de água do cozimento do bacalhau
2 xícaras de leite
200 g de creme de leite
2 colheres de sopa de azeite de oliva
200 g de queijo ralado
farinha de rosca a gosto
noz-moscada a gosto
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Dessalgue o bacalhau, colocando-o de molho em água abundante por 48 horas e mantendo sempre na geladeira.
Troque a água a cada 8 a 10 horas.
Após dessalgar, coloque o bacalhau em uma panela com água até cobrir e leve para cozinhar por 20 minutos.
Em uma tigela, coloque o pão cortado em pedaços e adicione 1 xícara de leite.
Depois de cozido, retire o bacalhau e desfie enquanto está quente, separando a pele e os espinhos.
Reserve 1 xícara da água do cozimento para preparar o molho.
Em uma panela em fogo médio, coloque a manteiga e a farinha.
Cozinhe mexendo até formar uma pasta.
Pouco a pouco, enquanto mexe, acrescente a água do cozimento reservada, 1 xícara de leite e o creme de leite.
Tempere com sal, pimenta e noz-moscada e cozinhe, sem parar de mexer, até espessar e ferver.
Em uma panela grande, coloque o azeite e refogue a cebola e o alho.
Quando a cebola ficar transparente, acrescente a cenoura e refogue mais um pouco.
Acrescente o bacalhau e o pão ligeiramente espremido.
Misture e cozinhe por 5 minutos.
Junte o molho, misture tudo e acerte os temperos.
Quando ferver, desligue o fogo.
Em uma assadeira untada, coloque o bacalhau e alise com uma colher ou espátula.
Polvilhe farinha de rosca e queijo ralado e leve ao forno preaquecido a 200ºC por 10 a 15 minutos para gratinar.

Deixe uma resposta