Como fazer mingau de aveia salgado

O mingau de aveia, consumido quente e com complementos doces, era (e ainda é) um típico prato no café da manhã dos países nórdicos. Acontece que ele ganhou o mundo, ganhou novas versões, como a gelada e a congelada, e agora a salgada. Passou a ser consumido em outros horários também, ser produzido a partir dos ingredientes que cada país tem a sua disposição ou do mix de elementos provenientes de várias partes do planeta, como especiarias e temperos. O que era um clássico local, espalhou-se e misturou-se com influências de inúmeras cozinhas do mundo. Bem-vindos ao chamado movimento cross cultural cuisine, a fusão global das cozinhas, onde a máxima reside na mescla de ingredientes multiculturais ou nos modos de preparo que fundem técnicas de mais de um estilo culinário. A globalização aproximou as pessoas do Oriente e Ocidente, o que está proporcionando, cada vez mais, essa fusão criativa de alimentos.

Se você ainda não pensou em comer um sashimi com batata chips, um cupcake feito com massa de croissant, tacos doce ou um espaguete asiático de almôndegas, por exemplo, prepare-se: são possibilidades do mercado gastronômico que já estão em desenvolvimento (e até consumo) em muitos países.

Para dar os primeiros passos dentro dessa miscelânea de sabores e informações gustativas, sugerimos experimentar o mingau de aveia salgado, simplíssimo de preparar. Ele ficará parecido com um risoto.

Como fazer um mingau de aveia salgado:
Hidrate um pouco de cogumelo shitake em caldo de legumes.
Escorra e refogue na manteiga com alho picado, sal e pimenta-do-reino a gosto.
Acrescente o espinafre e, quando esse começar a liberar líquido, adicione a aveia em flocos.
Cubra com um caldo de legumes (dilua um tablete em água quente ou prepare um caldo caseiro com legumes e verduras).
Coloque mais temperos a gosto, como uma pimenta calabresa, pedacinhos de pimenta jalapeño, um molho extra, enfim, algo mais picante que você goste do sabor.
Mexa de tempos em tempos até o líquido incorporar na aveia (cerca de 5-6 minutos).
Transfira para uma tigela e dê um toque bem abrasileirado ao prato: espalhe pedaços de queijo minas frescal por cima.

As combinações multiculturais que você pode preparar em casa são infinitas, desde receitas assim, como o mingau, que fica bom com infinitas variedades de ingredientes (é só usar a criatividade e testar) ou até apresentações ainda mais simples, como servir um chá inglês em uma xícara chinesa, fazer um roll de sushi com os ingredientes do burrito, ou usar a massa pronta de tacos mexicanos para montar um taco de frutas tropicais picadas com uma calda de caju por cima, por exemplo. Misture, personalize, customize e invente seus próprios pratos crossculturais reunindo elementos, ingredientes e técnicas de diferentes países.

Deixe uma resposta