Descobrindo ervas e especiarias em vinhos no conforto de casa

A ideia desta programação não é uma aula sobre processos químicos, o que é certo ou errado no universo dos vinhos. Existem diversos cursos interessantes para fazer nas vinícolas da Serra Gaúcha. Nesta noite, no conforto de casa, o importante é exercitar a curiosidade e treinar os sentidos para explorar um pouco mais a bebida oficial do inverno.

Começamos com uma dica para inserir na rotina do supermercado: sempre que estiver no setor de hortifrúti, respire bem fundo, cheire os alimentos e preste atenção nos aromas. Isso vai criar uma memória olfativa e assim você começa a fazer ligações que tornam a experiência de beber vinho muito mais rica.

Só para dar um norte: os compostos aromáticos do vinho podem prover do tipo de uva, de fatores ambientais como terra, clima, processo de fermentação, vinificação e também do local onde a bebida é armazenada. Quando um vinho é guardado em barril de madeira torrada, ele desenvolve uma paleta maior de aromas de ervas e especiarias e é aqui que queremos focar.

Aromas de especiarias mais característicos:
• Carménère: pimenta-do-reino, pimenta-rosa, alecrim;
• Malbec: pimenta-do-reino, endro;
• Merlot: baunilha, canela, cravo, louro;
• Pinot Noir: noz-moscada, alecrim, canela, baunilha, cravo;
• Syrah (Shiraz): pimenta-do-reino, noz-moscada, cravo, tomilho, louro, alecrim;

Vamos à degustação? Coloque algumas ervas e especiarias como alecrim, tomilho, pimenta-do-reino, cravo e noz-moscada dentro de algumas taças de vinho. Isso concentra os aromas e vai treinando o olfato para o cérebro reconhece-los. Se quiser dar um passo a mais, pode utilizar taças escuras ou vendas nos olhos para sentir o aroma sem enxergar o que está dentro.

Após a experiência olfativa começa a parte boa da gustativa! Tome um gole generoso e mantenha a bebida na boca por cerca de 15 segundos para avaliar as sensações de cada vinho. Entre uma taça e outra, beba água ou coma um pedaço de pão para limpar as papilas gustativas.

Agora é só aproveitar a noite desfrutando de todos os detalhes da bebida. E se gostou da ideia, marque mais um programa assim com seus amigos para debater o que sentiram de diferente em cada tipo de vinho. Certamente será muito enriquecedor.

*Beba com moderação

Deixe uma resposta