Feito com óleo de amendoim, o clássico tailandês chega para surpreender

Clássico da comida de rua tailandesa, o pad thai nada mais é do que um prato de macarrão de arroz frito em óleo de amendoim, com adições de proteína, como frango, carne ou tofu, além de ovo mexido, amendoim, molho de peixe, molho de tamarindo, broto de feijão e outros vegetais. Você sabia que ele foi decretado prato nacional da Tailândia há mais de 80 anos?

Consumido no país desde o século XVIII, levado pelos imigrantes chineses, foi modernizado para ser mais nutritivo, conter mais proteínas e ser mais saboroso. Houve até uma campanha por lá na década de 1940 dizendo que o prato seria a melhor opção para o almoço, o que fez com que se multiplicassem ambulantes vendendo o pad thai a cada esquina. Hoje, também pode ser encontrado em restaurantes sofisticados em outros países, apesar de ter sido realmente aperfeiçoado nas barraquinhas de rua da Tailândia.

A culinária do país asiático é reconhecida por ser saudável e feita com temperos marcantes, sendo repleta de vegetais, frutos do mar, molhos e condimentos únicos. O contraste de sabores salgados, azedos e doces, podendo ser ou não picante, além de texturas típicas dos pratos tailandeses, é o que torna o pad thai tão peculiar e amado por pessoas de todo o mundo.

O prato é feito com o stir fry, a técnica de origem chinesa em que os ingredientes são fritos rapidamente na panela wok em uma pequena quantidade de óleo muito quente, enquanto são mexidos. Um dos óleos mais usados neste tipo de cozimento é o de amendoim, muito utilizado na culinária asiática e ideal para frituras. Ele tem pouco sabor, não tem colesterol e é ótimo para cozinhar em altas temperaturas, já que só se degrada por volta dos 220ºC, diferentemente de outros óleos vegetais, que iniciam a degradação em cerca de 180ºC. Esse processo é conhecido como ponto de fumaça.

Além de não deixar os alimentos com gosto ou odor de amendoim, o óleo tem diversas propriedades e benefícios. É rico em vitamina E, ômega 6 e ácidos graxos, ajudando na diminuição dos níveis de colesterol LDL. Fonte de gorduras benéficas para o organismo, tem ação antioxidante, ajuda a proteger o coração e também auxilia no controle do apetite.

Que tal trocar o óleo de sempre e cozinhar com um diferente, aproveitar diversos benefícios para a saúde e aprender a fazer uma versão do prato mais famoso da culinária tailandesa na sua casa?

Ingredientes:

120 g de macarrão de arroz
1/4 de xícara de óleo de amendoim
5 colheres de chá de suco de limão
3 colheres de chá de açúcar mascavo
10 g de tempero oriental hondashi
1/3 de xícara de mel
2 colheres de sopa de vinagre
1/2 colher de sopa de pimenta vermelha
1 dente de alho picado
2 ovos
1/2 repolho picado
1 xícara de brotos de feijão
300 g de camarões descascados
1/2 xícara de amendoim torrado picado
1/4 xícara de coentro picado
2 limões, cortados em quatro pedaços

Modo de Preparo:

Coloque o macarrão em uma tigela grande e adicione água fervente para cobrir.
Deixe descansar até que o macarrão amoleça, mas não fique muito mole.
Escorra.
Regue com uma colher de sopa de óleo de amendoim e reserve.
Misture o suco de limão e o açúcar mascavo.
Coloque a pasta de limão e açúcar, o hondashi, o mel e o vinagre em uma panela pequena, em fogo de médio a baixo, até ferver levemente.
Adicione a pimenta vermelha e reserve.
Coloque as 3 colheres do óleo de amendoim restantes em uma frigideira grande em fogo de médio a alto.
Quando o óleo começar a se mexer, adicione o alho e cozinhe por um minuto.
Acrescente os ovos e, quando começarem a endurecer, mexa bem até deixar homogêneo.
Coloque o repolho e os brotos de feijão e continue a cozinhar até o repolho começar a murchar.
Em seguida, acrescente os camarões.
Quando o camarão começar a pegar cor, transfira o macarrão para a panela, junto do molho.
Misture tudo e cubra com o molho.
Espere a massa aquecer e sirva-a imediatamente, polvilhando cada prato com amendoins e decorando com fatias de limão e coentro.

Rendimento: 4 porções

Deixe uma resposta